16 de janeiro de 2019

Um dia como outro qualquer...

Chego a casa exausta do trabalho (morta e enterrada como costumo dizer na brincadeira)! Hoje foi um dia daqueles, aliás, esta está a ser uma semana daquelas! O grupo passou de 15 para 18 crianças e  começámos a ir almoçar ao refeitório "dos grandes" e tudo isto envolve uma nova logística! As tosses são uma constante e nem todos estão a dormir bem, mais uma vez isso faz-se sentir em todo o grupo. 
Chego a casa e só me apetece ir dormir até amanhã de manhã, enterro-me durante uma hora no sofá a tentar ganhar coragem para fazer algo útil. Finalmente lá a ganho e vou arrumar a roupa no seu lugar! Mentalmente começo a lamentar-me por não ter escrito o post de hoje. Ontem bem me sentei em frente ao computador, mas as palavras não saiam - estava muito cansada! Comecei a escrever o post mentalmente sem me aperceber (e que bom que era que ele ficasse autenticamente escrito). Lá ganho coragem e vou buscar o computador e volto a enterrar-me no sofá a escrever o post (este mesmo post). 


Dói-me tudo, devia estar no ginásio e não consigo! Tenho uma pilha de trabalho e não consigo! Tenho vontade de fazer coisas, mas não consigo! Aos poucos lá vou ganhando coragem! O ginásio fica para amanhã, vamos lá tratar da casa! Arrumar e limpar a casa ajuda-me a limpar e a arrumar a mente, ajuda-me a ganhar força para fazer coisas! Sim, eu gosto de limpar e arrumar a casa!

Está tudo imaculado e antes do jantar vamos passear! Preciso de apanhar ar, preciso de ver pessoas diferentes, preciso de ouvir pessoas adultas a falar, preciso de ouvir músicas que não sejam infantis porque tenho acordado de madrugada a cantar o Panda! Preciso de saber desligar do trabalho, mas confesso que isso é difícil, há sempre tanto para fazer... 

14 de janeiro de 2019

Os meus acessórios de prata

No post de hoje mostro-vos todos os meus acessórios de prata! Durante toda a minha vida utilizei, e continuo a utilizar, bijuteria mas nos últimos anos tenho recebido da minha família alguns acessórios de prata que amo e que utilizo sempre que possível. 

BRINCOS


Tenho três pares de brincos que recebi ao longos dos últimos três anos e, que atualmente estou  sempre a intercalar a sua utilização. Os redondos e os com três pedrinhas foram comprados numa ourivesaria local e, para quem for de Barcelos, se encontra no Continente. Já as argolas são da loja BlueBird e são os Infinity da UNIKE



PULSEIRAS


Diariamente utilizo duas pulseiras, ambas oferecidas pela minha irmã e ambas são da mesma ourivesaria de Barcelos. A pulseira preta com o símbolo da Chanel foi-me oferecida no dia da minha missa de finalistas em 2015 e desde então muito raras foram as vezes que a tirei do pulso. Já a de prata, recebi em novembro no meu aniversário e tiro-a sempre para tomar banho, ir ao ginásio e afins.

A última pulseira que durante anos utilizai diariamente, mas que agora praticamente só utilizo ao fim-de-semana porque tenho medo de a estragar no trabalho, ou de aleijar alguma criança, é a minha Pandora, que me foi oferecida pelo meu namorado em 2015. Atualmente a minha Pandora conta com seis contas (aqui, aqui, aqui e aqui - não encontrei o link para a conta em forma de oração nem para os livros), uma corrente de segurança e um clip ambos recebidos no último natal.

COLAR


Tenho um único colar de prata também ele da Pandora e também ele oferecido pelo A num aniversário. Se não me engano era uma edição limitada de outono, pelo que atualmente já não se encontra à venda.

ANÉIS


Para além da minha aliança de namoro super básica e que há seis anos não sai do dedo, não tenho mais nenhum anel de prata embora ande a namorar alguns!


Para o dia-a-dia gostam mais de bijuteria ou acessórios em aço, prata ou ouro?
Quais os acessórios que utilizam sempre?

9 de janeiro de 2019

Produtos terminados #19 nov. e dez. 18


O primeiro post de Produtos Terminados de 3019 é ainda referente a produtos terminados em novembro e dezembro de 2018, vamos a isto?!

7 de janeiro de 2019

Plano de produtividade para 2019


Algo que eu considero essencial na hora de sermos produtivos é sabermos exatamente o que temos para fazer e quando é que o devemos fazer.  Um dos maiores inimigos da produtividade é, precisamente, não saber por onde começar, nem o que temos para fazer. 

De modo a facilitar-me a vida durante este novo ano, decidi criar um plano de produtividade que representa aquilo que eu tentei fazer 2018, mas que nunca saiu da teoria.

1 de janeiro de 2019

Metas para 2019


Como tem vindo a ser hábito aqui pelo blog, dia 1 de janeiro é dia de metas! Metas para um novo ano, metas para 2019, metas que, mais do que nunca, quero mesmo muito cumprir e trabalhar para elas! Vamos a elas?